Secretariado Diocesano de Educação Cristã da Diocese do Porto

1_SDEC_Porto 2_SDEC_Porto 3_SDEC_Porto 4_SDEC_Porto 5_SDEC_Porto 6_SDEC_Porto 7_SDEC_Porto 8_SDEC_Porto 9_SDEC_Porto

Curso Iniciação

Curso Geral

Curso Complementar

A formação dos catequistas compreende diversas dimensões. A mais profunda refere-se ao próprio ser do catequistaà sua dimensão humana e cristã. Em primeiro lugar, a formação deve ajudar o catequista no seu amadurecimento como pessoa, como crente e como apóstolo. Depois, é preciso ter em conta aquilo que o catequista deve saberpara bem realizar a sua tarefa. Esta dimensão, impregnada pela dupla fidelidade à mensagem e à pessoa, requer que o catequista conheça adequadamente a mensagem que transmite e, ao mesmo tempo, o destinatário que a recebe, para além do contexto social em que este vive. Por fim, é preciso ter em conta a dimensão do saber fazer já que a catequese é um acto de comunicação. A formação tende a fazer do catequista um «educador da pessoa humana e da vida da pessoa”.                           

DGC, 238

                                                               

                                                                    «é necessário que vos torneis comigo

                                                                  testemunhas  da ressurreição de Jesus»

Bento XVI – 14 de Maio de 2010 no Porto 

Partilhe este artigo: